You are currently browsing the tag archive for the ‘faça’ tag.

Você vai precisar de:

  • Uma violeta no vaso
  • Outro vaso, sem plantas e com boa terra
  • Um copo de água

Tire, com muito cuidado, uma das folhas do vaso de violetas. Coloque essa folha em um copo com água, de modo a que o caule dela fique na água e a folha, no ar. Mantenha tudo perto da janela, para a folha pegar bastante claridade (mas não luz do sol diretamente sobre ela).
Espere até que a folha crie raízes. Depois, é só plantar a folha no vaso com terra bem fofa e molhar a terra um pouquinho, todos os dias. Cuidado para não derramar água na folha, porque ela poderá apodrecer.

Em algum tempo, você terá um lindo vaso novo de violetas. Parabéns!

Você poderá usar essa técnica tanto para presentear alguém querido, como também para vender e ter uma renda extra.

Se você é daqueles que adora pregar uma peça nos amigos e na família nos fins de semana, comemore! Saiba como fazer sua própria maquiagem cinematográfica.

Só não culpem o Buteco pelas consequências [risos]!

Material necessário:
- Adstringente facial
- Gelatina em pó ou em folhas sem sabor incolor (pode ser vermelha)
- Corante alimentar ou tinta guache
- Tinta para a pele nas cores preta e vermelha (em pó, em creme ou líquida)
- Óleo de rícino ou azeite extra-virgem
- Glicerina
- Espátula pequena ou hashi
- Pincel chato de cerdas macias

Cuidados e precauções:
- Sempre faça um teste de alergia: aplique uma pequena quantidade dos produtos que entrarão em contato com a sua pele em uma parte pouco visível, próxima ao cabelo e deixe pelo tempo que pretende usar a maquiagem. Remova conforme indicado e espere um dia. Se notar vermelhidão ou alguma outra reação, NÃO APLIQUE A MAQUIAGEM!
- NÃO deixe a água do banho-maria ou a gelatina ferverem
- A maquiagem pode ser aplicada sobre a boca e próxima aos olhos, mas tome cuidado.
- Ao contrário das que usam látex como base, essa pode ser aplicada sobre os cabelos. Não só pode, como deve, para ficar com aspecto mais realista, mas tenha o cuidado de lavar muito bem o cabelo para remover todos os resquícios após o uso.

Como fazer:
- Prepare a gelatina, acrescentando água somente o suficiente para dissolver e derreta-a em banho-maria (leve uma panela não muito cheia de água ao fogo e coloque um pote de metal com a gelatina dissolvida dentro da panela cheia de água.)
- Adicione o corante alimentar ou tinta guache à gelatina de modo que fique em um tom parecido com a sua pele (caso seja incolor)
- Deixe amornar e, enquanto isso, limpe bem a pele e remova a oleosidade com adstringente, para que a maquiagem fique bem aderida.
- Aplique sobre a pele limpa com uma espátula, fazendo a textura de pele queimada.

Dilua a tinta para pele com óleo de rícino e aplique com o pincel chato sobre a maquiagem e partes da pele. Se precisar, auxilie com os dedos. Veja na foto número 4.

Alternativamente, você pode usar gelatina vermelha preparada conforme instruções da embalagem.

Nas partes mais altas da aplicação de gelatina, passe a tinta preta sem diluição (ou diluída em água caso seja creme ou pó). Passe também em algumas bordas e no cabelo. Veja nas fotos 5 e 6.

Aplique glicerina até que fique com aspecto de “úmido” e boa diversão!

Às vezes, a gente olha para as janelas de casa e dá a maior vontade de mudar a cortina, de tirar o tecido e por no lugar uma coisa mais leve, transparente…

A artesã Jane Dantas vai nos ensinar como se faz uma cortina de miçangas. É muito fácil e você faz em poucos minutos.


Material necessário:
- Tips ou terminais
- Miçangas de acrílico transparentes e azuis
- Fio de náilon
- Alicate de bico
- Argolas transparentes
- Varão alongador de 2 m
- Régua ou fita métrica


Modo de fazer:
Para começar, tire a medida do náilon para fazer os fios. Você vai precisar de 1,5 m para cada um. Cortando o primeiro, já meça e corte todos que você vai precisar. A quantidade depende do gosto de cada um: quanto mais fechada a cortina, mais fios serão necessários.
Com o fio já cortado, introduza a primeira miçanga e dobre o fio de náilon ao meio. Dê um nó e introduza as próximas miçangas, intercalando sempre três miçangas azuis e três miçangas transparentes.
Para a medida dessa cortina, que foi de 65 cm de altura, utilize 19 vezes três miçangas azuis e três transparentes.
Coloque as peças em dois fios de náilon juntos para deixar a cortina bem firme. Se no primeiro fio você começou com as três miçangas azuis, no segundo comece com três transparentes para alternar as cores na hora de pendurar no varão.
Depois de terminar a colocação de todas as miçangas, coloque o tip ou finalizador e, ao mesmo tempo, a argola, circulando em volta da argola e voltando as duas pontas de náilon dentro do tip.
Estique bem o fio, prenda o tip ou finalizador com alicate, aperte bem até ele ficar fixo. Para ter um melhor arremate, passe as pontas de náilon que sobraram por dentro da última miçanga e finalize com dois nós.
Use o alicate para cortar as pontas dos fios e queime com a chama da um isqueiro ou de uma vela. Todos os cordões têm que ter este acabamento.
Após fazer os fios, corte um pedaço de náilon com 5,30 m de comprimento para fazer o bandô da cortina.
Dobre ao meio e coloque uma argola plástica para começar.
Em seguida, junte os dois fios e ponha um tip, leve até a argola e fixe com o alicate.
No bandô, ponha só miçangas transparentes (20 pecinhas) e, depois da última, coloque um tip e uma argola.
Passe as duas pontas do fio de náilon novamente no tip, estique os fios, aperte o tip e continue colocando as miçangas transparentes na seguinte ordem: 20 e uma argola até preencher o comprimento do fio.
Corte a ponta que sobrou e queime.
A montagem da cortina é bem fácil.
Primeiro, encaixe a primeira argola do bandô no varão. Em seguida, coloque seis fios da cortina, alternando o que começa com azul, com branco e assim por diante.
Depois do sexto fio, coloque a segunda argola do bandô e outros seis fios. Faça isso até o final.
No final, feche com o acabamento do varão e está pronta a cortina de miçangas.


Custo total: R$ 150,00
Preço sugerido para venda: R$ 300,00

    Material:

  • Tear retangular de 60 pregos.
  • Tesoura.
  • Agulha de crochê.
  • Agulha de costurar tapeçaria.
  • Lã.


DICA- Fica mais fácil trabalhar a lã enrolada em uma bola, pois o novelo corre o risco de se enroscar todo.
É aconselhável colocar a bola em um saco plástico para não sujar.
Divida o tear para o centro, o prego nº30.

1- A franja, faça 2 fios com nó formando 2 alças.

2 -No prego nº30 coloque uma franja uma alça em cada lado do tear.

3- Agora coloque mais uma franja para direita ou esquerda(tanto faz).

4- Faça um nó no começo da lã deixando uma alcinha.

DICA- A artesã sugere que se faça duas setas nas pontas do tear para que não se vire o tear e não dê diferença no ponto. A seta deverá estar sempre voltada para o artesão.

5- Encaixe a alcinha na primeira franja à direita.

6- Trançar em ponto 8.

7- Puxar a alça debaixo.

8- Deixando por cima do trançado. Tanto nos pregos da frente quanto nos pregos de trás.

9- A linha do trabalho estará a esquerda, colocar uma franja à direita no prego seguinte!

10- Voltar com a linha trançado em 8 até a franja colocado. Agora a linha está à direita.

11- Puxe a alça debaixo passando por cima do trançado.

DICA- Sempre abaixe o trabalho para ficar firme, puxando pela franja para o ponto fixar o outro ponto.

12- Coloque uma franja à esquerda.

13- Trance em 8 puxe a alça de baixo para cima.

14- Está ficando assim. Repita o processo até o último prego para arrematar.

15- Corte a linha e com a agulha de crochê puxe a primeira alça.

16- Junte à alça de trás.

17- E passe por detnro da primeira deixando bem folgado.

18- Intercale como se estivesse arrematando um crochê normal. Pegando sempre uma da frente e uma de trás, até o final.

DICA- Para fazer o cachecol a maneira de tecer é a mesma.
A diferença é que a franja é colocada toda de uma vez. Normalmente em 25 a 30 pregos.
Tecer, arrematar e colocar a franja odne arrematou.

19- No último ponto sobrará uma argolinha, passe a franja por dentro dessa argola.

20- Onde cortou o fio de um nó e abra o trabalho puxando pelas laterais.
Produção
Produção

Modo de fazer:

Compre uma cestinha de madeira ou mande um marceneiro fazer. Pinte-a com látex branco, até cobrir a cor da madeira.

Dê várias demãos, intercalando a secagem. Depois passe uma lixa bem fina para tirar a aspereza. Limpe o pó. Coloque corante no látex (bem pouco para ficar com uma cor suave) e dê uma demão de tinta em toda a cesta. Franza 0,90cm de fita de tafetá nº 9 (pelo meio) e cole na alça da cesta. Nas laterais (boca da Cesta), cole a fita de tafetá nº 5 franzida no meio (0,90cm cada). Cole quatro trevos nº 3 com carinhas de biscuit, dos dois lados da cesta. De um lado da cesta (alça), cole um trevo nº 3 com carinha e do outro, mais quatro trevos no pistilo (igual à cesta de vime), um trevo nº 3 com carinha e um laço de fita transparente nº 9 com oito voltas (0,90cm). Depois, mais 0,30cm para cair as pontas.

Dica: Você pode fazer um conjunto de três potes para compor a cesta. Arrume três vidros com as tampas. Comece cobrindo a tampa com manta acrílica e cetim. Recorte as sobras do cetim. Meça o diâmetro da tampa e corte quatro vezes essa medida na fita de tafetá (ou cetim) nº5. Franza pelo meio e cole em volta da tampa. Faça um babado pregando com fita de cetim nº12. Cole uma fita nº1 pelo meio do babado e amarre em volta do vidro, fazendo um l aço. Em cima da tampa forrada, cole um trevo nº3 e uma casinha de biscuit.

Material necessário:

- 1 caixa de madeira com tampa
- Pincéis chatos de vários tamanhos
- Tinta acrílica branca fosca
- Tinta acrílica colorida, aqui na cor avelã
- Papel para decoupage tridimensional
- Silicone em bisnaga
- Rolinho de espuma
- Cola gel
- Boleador e estecas, peças usadas em trabalhos de biscuit

Modo de fazer:
A primeira etapa é passar a tinta branca em toda a caixa, deixar secar por 1h e dar outra demão, passando o pincel no sentido contrário para fechar bem a trama.
A peça precisa secar por mais 1h.
Em seguida, use a tinta colorida aplicando a técnica conhecida como pátina lavada.
Com o pincel bem solto, pinte toda a caixa, por dentro e por fora.
Espere secar por 30 min.
Enquanto isso, prepare o papel para recortar:
Recortadas as três figuras, comece a colar.
Passe a cola gel no centro da tampa, fixe a figura maior, ajeite passando o rolinho por cima e finalize com mais uma camada de cola.
Na segunda figura, passe o boleador pelo avesso.
Coloque silicone na parte de trás da figura, em grande quantidade, para dar volume.
Sobreponha essa figura sobre a primeira.
Mas, atenção: tem que ser desenho sobre desenho, cada pétala da flor exatamente sobre a mesma pétala da figura de baixo.
Ajeite com a esteca e tire as sobras.
Passe bastante silicone na terceira figura e posicione-a por cima, respeitando também o desenho.
Aí, é só tirar os excessos e deixar o silicone secando por 8 h.

Faça textura na sua agenda, vídeo retirado de um programa muito explicativo, ensinando a fazer textura de madeira na agenda…bom vejam vocês mesmos

Que tal reaproveitar seu
pisca-pisca de natal de uma forma criativa e diferente?

Você irá precisar de:

  • 1 pisca-pisca com 100 luzes brancas
  • Retalhos de organza de quatro cores diferentes
  • Linhas grossas para costura nas cores dos tecidos
  • Fita adesiva
  • Ferro de passar

1º: Separe os retalhos de organza e corte-os em retângulos de 20 e 11,5 cm.2º: Dobre bordas de 2,5 cm em todas as laterais. Reforce os vincos com o ferro de passar.Com a linha de costura, alinhave as duas laterais menores sem cortar a linha. Deixe sobrar um pouco de linha nas pontas.3º: Dobre o retângulo ao meio, formando o saquinho, e use a sobra da linha para fazer o franzido.4º: Junte as lâmpadas, duas a duas, unindo a sobra do fio com fita adesiva. Assim você fica com 50 pares de lâmpada.5º: Encaixe as duas lâmpadas em cada saquinho, alternando o colorido,
e amarre com o restante de linha.

Muito usado para decorar geladeiras e deixar a cozinha ainda com mais graça, o imã de geladeira pode ter qualquer formato e ser feito de vários materiais diferentes. Entre eles a porcelana é uma boa opção, ela pode ser pintada a mão, enfeitada com porcelana fria ou feita com decalque como é o modelo da mini tábua (primeira imagem) que mostrarei a seguir.

Material necessário:

- miniatura em porcelana

- tinta ouro 10% para porcelana

- pincel nº 10

- decalque (a venda nas lojas que trabalham com material de pintura de porcelana)

- cola

Recorte um decalque menor que o local a ser colocado e mergulhe-o em um recipiente com água.
Mergulhe o decalque até que ele comece a soltar
Coloque sobre a peça

Molhe o pincel no ouro e passe cuidadosamente em volta da peça formando um filete. Muito cuidado pois este ouro não seca, deve ser queimado em forno próprio para porcelana.

Depois de queimado, colar um imã atrás da peça, deixar secar por uma hora.

Depois de queimada esta peça pode ser lavada.

Parceiros

novembro 2014
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.