You are currently browsing the tag archive for the ‘reforma’ tag.

Olá! A pátina é uma técnica excelente para dar uma cara nova para móveis de madeira velhos, renovando o ambiente sem gastar muito. Confira essas dicas para uma aplicação muito simples e bonita e exercite sua criatividade:

Materiais necessários:

– Lixa para madeira 120

– Tinta látex para a base (cor da sua preferência)

– Tinta látex para a cobertura (cor de sua preferência)

– Verniz à base de água

Como fazer:

– Confira se a madeira que receberá a aplicação está com a superfície bem lisa. Isso é muito importante para que o resultado final fique bom. Caso existam falhas ou imperfeições, cubra com massa corrida e faça o nivelamento com uma lixa após secar.

– Utilize uma lixa 120 para nivelar a superfície da madeira e retirar o verniz.

– Utilize tinta látex da cor de sua preferência para fazer a base. Após a aplicação, aguarde secar. Faça uma segunda mão da base, repetindo o procedimento.

– Após a base secar, pinte com tinta látex da cor de sua preferência diluída em água. A medida é uma parte de água para três partes de tinta. Passe o pincel de pátina rapidamente, para retirar o excesso de tinta e deixar as marcas da pátina. Deixe secar a seguir.

– Para finalizar, aplique verniz a base de água para fazer o acabamento da peça.

Você tem dicas para o trabalho ficar mais bonito ou outras idéias para aplicação da pátina? Me conte!

Anúncios

Para as pessoas que adoram plantas e querem sempre deixar a sua casa com um ambiente mais bonito e renovado, inspirando-se nas novidades, mostraremos aqui como pintar plantas trepadeiras nas paredes, usando moldes vazados, de maneira simples e com resultado satisfatório.

MATERIAIS

– 2 máscaras de esncil para parede, com desenho de heras
– Tinta sec
a para estêncil (Dry Brush Stencil Paint) nas cores ocre, verde claro e escuro
– 3 broxas d
e tamanho médio
– Adesivo reposicion
ável em spray (3M)
– Palitos de madeira

1º No verso das máscaras, aplique um jato de adesivo reposicionável. Deixe secar por 5 minutos. No verso das máscaras, aplique um jato de adesivo reposicionável. Deixe secar por 5 minutos

Com um palito, retire do frasco uma pequena quantidade de tinta. Importante: é necessário tirar a película que se forma na superfície

Fixe a máscara na parede e aplique a tinta verde claro e a ocre sobre as folhas, de acordo com o efeito desejado. Para pintar, dê batidinhas com a broxa

Com outra broxa, use a cor verde escuro para realçar as bordas das folhas. Retire o molde quando todas as heras forem pintadas

Recoloque a máscara na seqüência da pintura, casando o desenho como o próprio molde indica

Continue a pintura, criando nuances. A tonalidade também pode ser controlada pela quantidade de tinta empregada

Depois de pintar toda a área desejada, encaixe a outra máscara (com folhas maiores) sobre o desenho finalizado. Recomece a pintura

Mude o estêncil de lugar, até completar todo o barrado. Lembre-se: a cor é sempre mais intensa nas bordas


Depois de pintar a extensão desejada, retire o molde. Evite tocar na pintura até que ela seque totalmente

Dicas úteis

– A tinta seca é à base de óleo. Por isso, não esfregue a mão sobre a pintura antes de 24 horas após a aplicação.
– A técnica também pode ser feita sobre madeira e tecido. Nesse último é recomendável, para melhor fixação, passar a ferro depois de 72 horas do término da pintura.
– Jamais fixe a máscara em uma parede suja. Para um bom resultado, a superfície a ser pintada deve estar lisa e livre de poeira.
– As heras ficam mais bonitas se você aplicar a tinta sempre das bordas para o centro. Outro detalhe: no meio da folha, aplique menos tinta.
– Tire partido das nuances: deixe algumas folhas com duas tonalidades e outras, com uma cor única.

Fonte: http://www.soldeamor.com/faca_facil/acabamento_estencil.htm

Mesmo quem é do ramo precisa de uma luz na hora de escolher lâmpadas. São muitas opções de marcas, modelos e promessas nas prateleiras das lojas. O melhor, recomendam os entendidos, é saber direitinho o que você está procurando.

No jargão luminotécnico, há vários nomes complicados que mostram a quantidade e a qualidade da luz produzida pela lâmpada. Um deles é o IRC, sigla para Índice de Reprodução de Cor. Quanto mais próximo de 100 é o IRC, menos distorção nas cores essa luz vai produzir. Onde a cor certa for fundamental, o índice deve ser no mínimo de 80%.

Dinheiro no bolso
Se a preocupação for economia, a informação preciosa é o de eficiência luminosa – quanto menos energia medida em watts o equipamento gastar para produzir maior fluxo luminoso, melhor. Outra característica importante para avaliar o custo-benefício é a durabilidade da lâmpada, geralmente identificada como “vida útil” nas embalagens.
O problema é que nem sempre os rótulos trazem o rol de informações para apagar todas as dúvidas. Aí vale apelar para regras gerais e básicas. As incandescentes têm bom IRC, ganham disparado em preço, mas perdem em vida útil e eficiência para as fluorescentes, que, por sua vez, têm evoluído cada vez mais em qualidade de luz. Antigamente, elas
deixavam tudo meio azulado. Pois hoje estão conquistando as casas que prezam a conta bancária. Para ter uma idéia, as lâmpadas ocupam o terceiro lugar no ranking de consumo de energia numa residência comum, perdendo apenas para o chuveiro e a geladeira. Nesse quesito, as fluorescentes largam mesmo na frente. Elas são mais caras, mas, segundo uma pesquisa do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), o consumo sai até 79% mais em conta que o das incandescentes. Outra artimanha para baixar a conta de luz é usar o dimmer. Esse equipamento, que permite graduações conforme o gosto do freguês, requer uma adaptação tão fácil quanto instalar um interruptor comum. Ele costuma fazer sucesso especialmente no quarto das crianças e no living. Sua utilização, no entanto, está restrita às incandescentes.

Versatilidade com diversidade
Há mais que incandescentes e fluorescentes nas gôndolas dos supermercados. As lâmpadas halógenas, por exemplo, são duráveis e reproduzem bem as cores, mas alguns modelos esquentam o que estiver no caminho do facho de luz. Um bom emprego para elas é no projeto de paisagismo, destacando os pontos altos do jardim. Mas lembre-se de que precisam de refletores adequados e devem ter proteção contra as intempéries.
Para qualquer ambiente, caso tenha faltado um bom projeto luminotécnico quando você comprou o imóvel ou procedeu à reforma, o melhor a fazer, agora, é combinar diferentes tipos de lâmpada. O resultado será um espaço bem mais versátil.


Até onde a imaginação do ser humano pode chegar?

Olhem isto, não sei muito bem qual a funcionalidade desta parede giratória mas é muito engenhoso e bonito.

Se você tem imagens bonitas guardadas em algum canto da casa, acaba de achar uma utilidade para elas: transforme-as em lindos quadros. Uma parede estreita, como a deste canto de leitura, ganha realce com os quadros dispostos na vertical (a decoração é de Christiane Laclau e Carolina Wambier). Sobre um sofá, prefira o arranjo horizontal. Com materiais encontrados à venda em papelarias, você elabora as molduras.

Material: -Duas placas de foam board (isopor revestido de papel cartão) medindo 34,5 x 32,5 cm-Acetato-Estilete bem afiado-Cola em bastão e cola branca


*Para portas de madeira de lei podemos apenas lixar e passar cera de carnaúba e lustra-móveis para conservar. É aconselhável, também, aplicar produtos selantes para impermeabilizar e evitar intempéries.

*Verniz fosco ou brilhante sempre é uma boa pedida para os acabamentos em portas de madeira.

*Tintas de latéx acrílico são ótimas opções para pintura pois filtram os raios ultravioleta. Podemos também usar verniz pigmentado a base de anilina diluída.

*Para criarmos um aspecto perolado podemos usar a aplicação de laca.

*Para clarearmos a madeira podemos aplicar cloro, ácido muriático ou água oxigenada. Betume, extrato de nogueira ou cera de carnaúba escurecem a madeira. A aplicação deve ser feita com pincéis e com suavidade. O excesso pode causar manchas na superfície da madeira.

* Devemos preferir os vidros temperados.

* Portas de qualidade apresentam resistência natural a cupins e costumam ser preparadas contra esses insetos durante sua produção. Se mesmo assim notarmos a presença desses, deve-se aplicar insetcida com pincel ou com injeção.

Acesse http://www.fixtudo.com.br/Forum.aspx e saiba várias outras dicas de decoração, reforma e acabamento.


A Cola FixTudo abriu em seu site espaço para que profissionais das áreas de decoração, artes, artesanatos e arquitetura possam expor seus trabalhos. O site agora possui um link onde os profissionais podem se cadastrar especificando suas especialidades e também podem deixar informações como telefone e e-mail para contato.
A idéia visa difundir o trabalho dos diversos profissionais que não têm espaço para divulgação de seu trabalho. As categorias vão de artes em escultura de papel a ferreomodelismo.
Os cadastrados também poderão expor fotos de seus na galeria do site.
O endereço do site: http://www.fixtudo.com.br . O cadastro deve ser feito no link “Espaço Profissional”
O site também conta com um serviço de fórum que atende à dúvidas sobre procedimentos de contrução de diversos tipos de trabalhos, forma de manuseios de materiais etc…
Vale a pena conferir.

Como disse no último post, sobre as tintas que cobrem os azulejos, outra boa opção de decoração moderna e elegante são as texturas. Agora existem de diferentes tipos, os grafiatos, que são feitos com a massa na cor escolhida e passados na parede com uma ferramenta especial, e até a tradicional textura, com massa branca própria e passado na parede com um rolo próprio. Estas texturas podem ser feitas em qualquer hambiente da casa, nos quartos, sala, cozinha ou até mesmo no banheiro, cobrindo os azulejos. Um cuidado apenas deve ser tomado, as texturas são fortes marcas de percepção quando estão na parede, portanto deve-se evitar usar todos os lados da parede com textura pois o hambiente fica carregado, o ideal é trabalhar uma parede só ou no máximo duas.

Já foi o tempo em que os azulejos antigos eram dor de cabeça para os proprietários, agora existe inúmeras tintas e massas que cobrem as paredes sem deixar marcas, aquele banheiro que possui uma parede de azulejos verde-água, agora os proprietários podem simplesmente pintar a parede da cor que quiser, e o melhor é que a tinta não sai com o vapor da água do chuveiro. É maridão, vai se preparando pois daqui a pouco sua mulher vai pedir para você pintar o banheiro ou a cozinha.

As vezes a impessão é que um armário debaixo do lavatório é a única opção que existe para deixar o banheiro completo, mas as opções são infinitas para as pessoas que não querem mais ter esse acessório em seu banheiro. Ao fazer o lavatório do seu banheiro, pode-se aproveitar o mesmo granito ou mármore usado para fazer prateleiras embaixo do lavatório, pode-se usar também prateleiras de vidro, ou o que está sendo mais usado hoje em dia, prateleiras de folhas de alumínio, sob duas barras de metal, são tantas as possibiliddaes que só depende da criatividade do proprietário.

Parceiros

novembro 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930